Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 08/12/2019 02:54
  25/11/2019 19:01:07
Imprimir
PODER LEGISLATIVO

ASSEMBLEIA - Deputados tocantinenses são eleitos para a diretoria da Unale

A eleição aconteceu no encerramento da 23ª Conferência Nacional do Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), realizada entre os dias 20 e 22, em Salvador (BA).

por Redação inf/Dicom-AL-TO/Rubens Gonçalves

Foto: Koró Rocha

Deputado estadual Ricardo Ayres eleito vice-presidente da UNALE

Os deputados estaduais Ricardo Ayres (PSB) e Olyntho Neto (PSDB) foram eleitos para os cargos de vice-presidente e secretário, respectivamente, da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) para o biênio 2020/2021. 


A eleição aconteceu no encerramento da 23ª Conferência Nacional do Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), realizada entre os dias 20 e 22, em Salvador (BA).

 

Ayres destacou a importância da eleição para o Legislativo tocantinense. “É um sinal de prestígio [para a Assembleia] e reflete também a importância da participação dos deputados tocantinenses na conferência”, explicou.

 

O parlamentar enfatizou também a importância das discussões durante todo o evento, que teve como tema principal Humanizando as Leis em um Novo Tempo. “Foi uma excelente troca de boas experiências com outros deputados. A partir de agora, nosso objetivo é fortalecer ainda mais a entidade”, destacou Ricardo.

 

O ponto principal, porém, segundo ele, é a busca pelo fortalecimento dos Parlamentos estaduais, sobretudo neste momento, em que é crescente a crise de representatividade. “Fortalecer para que isso seja superado e as pessoas se entusiasmem novamente com a política e participem das discussões políticas, inclusive como candidatas”.


A imagem pode conter: 1 pessoa, fato

Deputado Olintho Neto, eleito secretário geral da UNALE

 

Gestão e governança

 

A eficiência na gestão e projetos de lei para garantir a governança nas administrações públicas foi outro tema muito debatido durante a Conferência. O ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU), por exemplo, destacou que a insatisfação da população brasileira com o alcance e ações do Estado, tanto por parte do Legislativo, Judiciário e Executivo, pode ser justificada pela ausência de governança. “Existem hoje no país 14 mil obras inacabadas, por falta de planejamento, análise de riscos, enfim, falta de governança”, observou Nardes.

 

Ele citou também a situação das contas públicas de alguns entes da Federação, defendendo educação financeira para estados e municípios. “Atualmente, onze estados estão com salários atrasados”, revelou, durante palestra sobre ‘cases de humanização’ do TCU.

Voltar

Comentários

Notícias mais lidas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

SAÙDE

Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

PLANTÃO DE POLICIA

GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

UnirG irá realizar concurso público para quadro administrativo e técnico

Todos os Direitos Reservados Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO