Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 12/12/2019 05:17
  01/08/2019 12:06:49
Imprimir
NÃO PAGOU, JUIZ CONDENOU

Senador Irajá Abreu não paga trabalhadores de sua fazenda e juiz federal aplica multa de R$ 50 mil

Entre as irregularidades, decisão aponta que parlamentar usou empresa para contratar empregados para a própria fazenda. Senador terá que pagar R$ 50 mil por danos morais coletivos.

por Redação

Foto: Divulgação

A decisão aponta que o parlamentar teria usado uma empresa, na qual era sócio, para contratar os trabalhadores para as próprias fazendas.

O senador Irajá Abreu (PSD) foi condenado pela Justiça do Trabalho a pagar R$ 50 mil por danos morais coletivos, devido irregularidades com funcionários que trabalharam no plantio de eucalipto em duas fazendas dele no Tocantins. 


O parlamentar ainda pode recorrer da decisão.

A sentença do Juiz Rafael de Sousa Carneiro, de Gurupi, no sul do estado, saiu no início de julho. O senador disse que os problemas apontados pelo Ministério Público do Trabalho já foram solucionados. 

A decisão aponta que o parlamentar teria usado uma empresa, na qual era sócio, para contratar os trabalhadores para as próprias fazendas. As propriedades rurais ficam em Ponte Alta e Aliança do Tocantins. As irregularidades supostamente ocorreram em 2016.

Durante fiscalização, os auditores do Ministério Público do Trabalho verificaram que os trabalhadores estavam em condições ruins de segurança e saúde, além disso, estariam expostos a riscos de acidente devido à falta de manutenção em instalações elétricas.

A vistoria também verificou falta de capacitação sobre prevenção de acidentes e exames periódicos, entre outras irregularidades.

Inicialmente a ação foi proposta contra a empresa, mas os advogados da firma provaram que os funcionários trabalhavam nas fazendas do parlamentar e a empresa não se beneficiou com as contratações. Por isso, Irajá Abreu foi incluído no processo e uma liminar determinou que ele regularizasse os problemas e tomasse medidas de segurança, sob pena de multa, ainda em 2018.

Consta na decisão deste mês de julho que Irajá Abreu não se manifestou no processo e as irregularidades não foram integralmente regularizadas. O juiz aponta ainda que houve fraude na contratação dos trabalhadores e o parlamentar deverá arcar exclusivamente pelas obrigações e verbas trabalhistas que forem devidas.

"Observa-se que o Sr. Irajá Silvestre Filho, então sócio da referida empresa e por meio dela, contratou trabalhadores para funções típicas das suas fazendas (serviços gerais) e que os serviços prestados revertiam em seu favor, pois se mostram essenciais ao seu funcionamento", diz trecho da decisão.

A decisão determinou ainda que o Irajá Abreu termine de regularizar os problemas apontados e pague uma indenização de R$ 50 mil por danos morais coletivos.

Veja a nota do Senador Irajá Abreu na íntegra

É importante salientar que a decisão da Justiça se baseia em fatos relativos a 2016 e que os problemas relatados na sentença foram todos corrigidos de acordo com o que determinou o Ministério Público do Trabalho na época.

O senador Irajá informa também que não foi pessoalmente notificado e não teve condições de exercer seu direito ao contraditório no referido processo.

Informa ainda que tomará as medidas necessárias para buscar a verdade dos fatos.

Assessoria de imprensa do Senador Irajá


    Voltar

    Comentários

    Notícias mais lidas

    CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

    Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

    CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

    Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

    SAÙDE

    Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

    PLANTÃO DE POLICIA

    GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

    CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

    UnirG irá realizar concurso público para quadro administrativo e técnico

    Todos os Direitos Reservados Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO