Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 26/05/2019 16:17
  17/07/2018 11:41:19
Imprimir
TRANSITO

TOCANTINS: Detran reduz tempo de vistorias para 30 dias e mudança gera economia, ressalta presidente do órgão

"Após análise da atual gestão foi detectado que os gastos do condutor com determinado processo de vistoria eram abusivos, e uma portaria alterou o prazo das vistorias para 30 dias, informa o presidente do órgão de transito Colemar Câmara.

por Redação informações Ascom

Foto: Divulgação

Câmara afirmou ainda que estudos para novas mudanças no Detran estão em andamento, e destacou que a gestão tem a intenção de tornar órgão educativo e não apenas punitivo e arrecadador.

Visando melhor atender o usuário, o Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) publicou portaria no Diário Oficial de Nº 5142, do dia 27 de junho de 2018, alterando o processo de troca de placas inserido nas vistorias.

Após análise do novo governo Mauro Carlesse, foi detectado que os gastos do condutor com determinado processo de vistoria eram abusivos, por isso, foi estabelecido que, os processos que exijam a troca de placa dos veículos – transferência de jurisdição, transferência de UF e mudança de categorias – que não estiverem de acordo com os padrões exigidos pelo Denatran, não pagarão novas taxas para um novo processo de LPT (lacre, placa e tarjeta) se estiverem dentro do prazo de vistoria. A partir desta portaria a validade das vistorias foi alterada para 30 dias.

Antes da portaria as vistorias não possuíam prazo, quando o usuário tinha a placa com algum item fora dos padrões exigidos, este deveria resolver o problema para depois retornar ao Detran e efetuar novo pagamento, em alguns casos usuários pagavam até duas vistorias no mesmo dia.

A atual administração preza por medidas que acarretem menor impacto financeiro na vida do usuário, motivo pelo qual o prazo de 30 dias foi estabelecido, dando tempo para o condutor resolver suas pendências.


A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

O Presidente do Detran-TO, Colemar Câmara, entende que “o órgão não deve ter o objetivo apenas de arrecadar a todo custo, temos que atender bem o usuário e ser justos com as taxas que cobramos por nossos serviços”.

Câmara afirmou ainda que um estudo para novas mudanças na pasta tem sido feito, e destacou que esta gestão tem a intenção de tornar o Detran-TO um órgão educativo e não apenas punitivo e arrecadador.

Voltar

Comentários

Notícias mais lidas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

SAÙDE

Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

UnirG irá realizar concurso público para quadro administrativo e técnico

PLANTÃO DE POLICIA

GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

Todos os Direitos Reservados Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO