Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 25/06/2021 01:10
  17/12/2020 16:14:22
Imprimir
LIBERDADE ECONOMICA

Serpro do Governo Federal lança resolução para facilitar dispensa de alvará e habite-se

A iniciativa é destinada aos cidadãos e empresas do ramo da reforma e construção que irão se submeter às regras definidas pelos municípios e Corpo de Bombeiros; é permitido pela Lei 13.874/2019 (Lei da Liberdade Econômica), que busca proteger a livre iniciativa no país.

por Redação inf/Ascom Serpro

Foto: Divulgação

A previsão é de que as emissões estreiem, em março, nas prefeituras de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

Nesta segunda-feira, 14, o Ministério da Economia lança a Resolução nº 64/2020, que cria um mercado de procuradores digitais de integração urbanístico, o MURIN, para permitir a emissão online de dispensas de alvará e habite-se a obras de baixo risco. 

A iniciativa é destinada aos cidadãos e empresas do ramo da reforma e construção que irão se submeter às regras definidas pelos municípios e Corpo de Bombeiros.

 O mercado funciona em livre concorrência e a previsão é de que as emissões estreiem, em março, nas prefeituras de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. O MURIN é permitido pela Lei 13.874/2019 (Lei da Liberdade Econômica), que busca proteger a livre iniciativa no país.  

O primeiro procurador digital é o Serpro, empresa de inteligência em TI do governo federal. A solução oferecida pela empresa é o “Obra Legal”, que vai funcionar de forma integrada ao portal de serviços gov.br e emitir os certificados com autenticidade garantida por QR Code. O sistema do Serpro, além de emitir certificados de dispensa de alvará e habite-se para o cidadão e empresas, também será utilizado, de forma exclusiva, pelos municípios e Corpo de Bombeiros para o cadastramento de informações, a partir de janeiro, que definirão que tipo de obra pode receber o licenciamento urbanístico.

O "Obra Legal" reduz a burocracia no setor transformando a experiência do cidadão, que, em muitos estados, esperava por mais de um mês para obtenção dos documentos. Com o sistema do Serpro será possível resolver tudo em um único dia, pelo celular. “Todo o fluxo de emissão das dispensas poderá ser feito de forma virtual, bem diferente dos processos manuais existentes hoje, que têm etapas presenciais e morosas. É mais uma iniciativa do governo para a transformação digital do país e desburocratização da vida do cidadão”, afirma o presidente do Serpro, Gileno Barreto.

img ebook obra legal

Quem quiser obter mais informações sobre o sistema desenvolvido pelo Serpro é só fazer o download do  e-book do "Obra Legal".

REVOLUÇÕES

"É uma iniciativa que traz duas revoluções no modo de construir no Brasil. A primeira, a desburocratização imediata para mais de 80% das obras no país. A segunda, é a desestatização do serviço público, que passa a ser prestado por empresas reguladas e em livre concorrência", avalia o secretário de Advocacia da Concorrência e da Competitividade, Geanluca Lorenzon. Em março do ano que vem, os atos de liberação online começam em três importantes capitais do Brasil. A previsão é de que, já em julho, todos os 2700 municípios que fazem parte da Redesim passam a oferecer o serviço e, em setembro, a tecnologia deve estar disponível para as demais prefeituras interessadas.

A iniciativa é da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade juntamente com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, do Ministério da Economia, e pela Secretaria Especial de Modernização do Estado, vinculada à Presidência da República.  

VANTAGENS

Com a obra ou a edificação regularizadas de forma rápida e desburocratizada, o cidadão pode contar com financiamentos mais acessíveis. O governo também ganha com maior controle de riscos e um melhor planejamento de serviços públicos. O processo de dispensa também se torna mais transparente já que pode ser acompanhado pelo próprio solicitante. O objetivo é reduzir o número de procedimentos e o tempo total para o licenciamento urbanístico de obras.

Para construções e edificações de baixo risco A, o certificado de dispensa é emitido de forma gratuita. Já para as de risco B, o requerente deve efetuar o pagamento do serviço digital. Os de alto e médio riscos se submetem ao processo administrativo tradicional. Em todos os casos, devem ser pagas as taxas municipais e dos bombeiros, de acordo com as regras locais. A aprovação poderá ser cassada posteriormente, caso sejam constatadas irregularidades. 

Voltar

Comentários

Notícias mais lidas

IMPOSTOS

Fecomércio-TO divulga, nota sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do Pis e da Cofins

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

PLANTÃO DE POLICIA

GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

SAÙDE

Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

Todos os Direitos Reservados © Tribuna do Tocantins

Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO

Atualizado 2021